O que fazer com os produtos sem giro?

Não tem como negar que o fluxo de entrada e saída de uma empresa é essencial para o seu sucesso, não é verdade? Porém, ao mesmo tempo em que esse fluxo é importante, muitos gestores acabam se perdendo em questões do tipo: quando certa mercadoria entrou na empresa? Ou: por que ela está parada no estoque há tanto tempo? São coisas, inclusive, que podem prejudicar financeiramente o empreendimento.

Até porque, sejamos honestos: produto que fica parado muito tempo (ou, como chamamos, sem giro) não gera lucro, e o gestor não tem como comprar novas mercadorias. Acaba sendo uma espiral de prejuízos.

Mas, como elaborar bons planos estratégicos para movimentar esses produtos? É o que vamos mostrar a seguir.

Faça uma análise de todas as mercadorias

Se a gestão de um empreendimento é ineficiente, certos produtos sem giro ficam ali, no estoque, acumulando, e dando mais prejuízo do que lucro. A primeira ação de uma gestão eficiente, portanto, é constatar se existe ou não produtos sem giro na empresa.

A próxima etapa é fazer uma espécie de classificação desses produtos, começando pelo preço, e depois, pela quantidade, pelo especo ocupado e a data de validade (em caso de produtos que sejam perecíveis). Dados em mãos, o próximo passo é se reunir com a sua equipe, e tentar encontrar maneiras de vendê-los ao público de alguma forma. O quanto antes isso for feito, evita-se que esses produtos sejam, literalmente, jogados no lixo.

Invista nas promoções

Quem não gosta de uma boa promoção, não é verdade? O problema é que muitos empreendedores pensam que fazer isso é perder dinheiro. Mas, não é. Na verdade, essa é uma estratégia viável para fazer o estoque parado “girar”. De quebra, você ainda consegue recursos em caixa, o que faz otimizar o capital de giro.

Agora, claro, além dos descontos em si, é importante que a empresa incentive o aumento das vendas com uma estratégia bem simples, mas eficaz: fazer uma espécie de “combo”, colocando um produto de pouco giro junto de outro que vende mais, o que pode melhorar ainda mais a situação financeira do empreendimento.

Inclusive, aproveite que estamos na era das redes sociais, para fazer promoções nessas plataformas, já que o custo para fazer propaganda nelas é mínimo, e os resultados são, geralmente, imediatos. Aproveite para caprichar nos textos de apresentação, e (principalmente) nas fotos, pois isso será bem atrativo para is usuários dessas redes, podendo propiciar uma saída rápida para os seus produtos sem giro.

Datas comemorativas e festas de final de ano são uma ótima alternativa para colocar em prática essa ideia.

Dar um “novo destino” aos produtos pode ser uma saída

Digamos que, mesmo com promoções, você não conseguiu vender aqueles produtos que estão apresentando um giro baixo no estoque, a saída pode ser oferecer esses itens como “brindes” na compra de outros produtos similares.

Essa não é uma medida que, necessariamente, reduz os prejuízos causados por esses produtos, ou mesmo que consegue um ganho financeiro imediato, mas, que, ao menos, estabelece uma relação mais prazerosa com o cliente, que pode ficar ainda mais fiel à sua empresa depois de ações desse tipo.

E, como bem sabemos, a fidelidade é um ponto fundamental em qualquer empreendimento nos dias atuais.

Por fim, tente estimular a sua equipe

Uma coisa é certa: se forem bem estimulados, os seus funcionários podem conseguir resultados excelentes. Por isso é importante traçar com eles objetivos que sejam alcançáveis, incentivando a todos a baixarem o nível do estoque daquele determinado produto (ou produtos).

Até mesmo porque o estímulo à equipe para dar mais giro ao estoque é um investimento bem pequeno se comparado à possibilidade de reduzir o valor do produto final (ou mesmo dá-lo de brinde em promoções especiais).