Qual a diferença entre o SAT e o NFC-e?

Com toda a complexidade tributária em nosso país, é comum confundir SAT com NFC-e.

Porém não é a mesma coisa, e é importante entender a diferença de cada um.

Foi pensando nisso que produzimos este artigo. Aqui você entenderá as principais diferenças, esperamos que tenha uma ótima leitura.

Diferenças entre o SAT e o NFC-e

O CF-e SAT (Sistema Autenticador de Cupons Fiscais Eletrônicos), funciona apenas no estado de SP. Como uma forma de substituir eletronicamente as antigas ECF (Emissoras de Cupons Fiscais).

O  SAT gera e autentica os Cupons Fiscais Eletrônicos, armazena todas as operações do comércio de varejo. Depois transmite esses documentos, à SEFAZ (Secretaria da Fazenda).

A NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica) veio para substituir a necessidade de utilizar a ECF (Emissora de Cupom Fiscal), uma impressora homologada pelo governo.

Seu principal objetivo é extinguir o Cupom Fiscal. Porém, ao contrário do SAT , funciona em outros estados além de São Paulo.

A NF-e (Nota Fiscal Eletrônica), e a NFC-e foram desenvolvidas para atender as necessidades do varejo.  Simplificando os tramites burocráticos e agilizando o processo fiscal com a informatização.

Diferentemente do SAT , a NFC-e não requer um sistema homologado com a SEFAZ e nem  equipamento de validação. Podendo ser usada qualquer impressora não fiscal sem a autorização da Secretaria da Fazenda.

 

Principais diferenças entre a NFC-e e o SAT?

Veja a seguir, as principais diferenças entre esses dois sistemas:

Forma

O SAT é um equipamento que a nota é enviado para um dispositivo que faz o encaminhamento para a Sefaz. 

Já a forma de emissão da NFC-e, é a partir de uma plataforma que é direcionada a Sefaz.

Abrangência

O SAT, apenas em São Paulo. Já a NFC-e está presente em vários estados.

Autorização

Com o SAT, é preciso de conexão somente quando for realizar o envio das informações para a Sefaz. A NFC-e, pelo o contrário, carece de conexão permanente com a internet para o envio das notas à Sefaz.

Segurança

O SAT é classificado como de segurança fiscal média. Já a segurança fiscal da NFC-e é considerada alta devido à validação pela Sefaz com regras mais rigorosas.

Certificado digital

O certificado digital do SAT é carregado por intermédio da Sefaz. Na NFC-e, o certificado digital é renovado de 1 a 3 anos.

Custo

Para o projeto do SAT, é preciso comprar o equipamento gerador e autenticador da nota fiscal. Para a emissão da NFC-e, não existe custo com equipamentos.

Layout

O SAT apresenta um novo layout e a NFC-e possui a mesma configuração da NF-e.

Desvantagens

Uma das desvantagens da NFC-e é que, não existe a possibilidade de realizar devoluções por meio dela.

No caso do SAT, a sua maior desvantagem é ser utilizado em apenas um estado.

 

Quais são os benefícios da utilização dos Sistemas para Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas?

Eles garantem maior segurança, eficiência e economia para todos envolvidos da operação comercial. Oferecem a diminuição de gastos com máquinas e impressões; além de reduzir o tempo de emissão das notas e o impacto ambiental.

É importante também salientar que os documentos ficam armazenados na nuvem. Estando disponíveis para consultas em qualquer dispositivo com acesso à rede. Não precisando se preocupar com à preservação ou perda do documento.

Todos estes processos são gerenciados por um Sistema de Automação Comercial, que é considerado o cérebro de todas estas operações.

Com o Sistema Integra Soft você poderá gerenciar todo seu comércio através de nosso ERP.

O Integra Soft é um sistema de gestão empresarial onde você tem total controle de seu negócio. Com ele você tem uma gestão eficiente de seu fluxo de caixa, estoque, vendas, documentos fiscais entre outras funcionalidades.

Sem contar com os diversos relatórios para facilitar na tomada de decisão. Tudo isso e muito mais você encontra em nosso ERP.

Ele irá lhe auxilia a ter todo esse controle de forma rápida, simples e intuitiva. Poupando o seu tempo nas atividades diárias e mantendo seu negócio com uma gestão eficiente.

Confira nosso post recente sobre O que Automação Comercial? Quando e como iniciar em seu negócio?